O objetivo deste relatório é fornecer ao leitor importantes tendências técnicas e fundamentais dos mercados de commodities desta semana.

Energia 
A forward curve de petróleo Brent, a cotação padrão para petróleo europeu, tem
recentemente saído de contango (condição em que meses futuros possuem cotação
maior) para backwardation (condição em que os preços de meses futuros são mais
baixos). Esta movimentação pode ser observada no spread de calendário entre os
contratos futuro de Brent novembro – dezembro. Quando o valor desse spread é
positivo significa que o mercado está em backwardation, já quando o spread for
negativo, o mercado está em contango (Gráfico 1).

Ainda em 8 de agosto de 2018, quando o mercado estava em contango, o spread
era de -20 centavos. Ou seja, o contrato futuro de dezembro estava 20 centavos
maior do que o contrato futuro de novembro. Mas em 10 de setembro de 2018,
com o mercado entrando em backwardation, o spread havia se tornado positivo em
+45 dentavos. Com o contrato de novembro sendo 45 centavos a mais do que o
contrato de dezembro. Essa dramática inversão significa que os traders podem
agora estar vendo que há potencial de uma falta de oferta e um consequente
aumento de preços pode ser esperado.

Mais cedo esse ano, em maio, quando os EUA impôs sanções nas exportações de
petróleo iraniano (com sanções mais rígidas prestes a começar em novembro), o
spread novembro – dezembro superava 50 centavos. Depois, quando a OPEC e a
Rússia anunciaram aumento de produção de petróleo, o mercado teve um colapso e
o spread atingiu -20 centavos.

Nas semanas recentes, o spread tem se tornado positive devido aos medos de
insuficiência de oferta procedente da Arábia Saudita e também pela estagnação no
crescimento da produção dos EUA. Se a OPEC, Rússia, e os EUA não conseguirem
suprir a perda na quantidade que irá faltar em virtude das sanções Iranianas, então
o spread aumentará juntamente com o aumento de preços. Por outro lado, se o
aumento da produção for suficiente para repor a carência de petróleo procedente do
Irã, então o mercado terá suficiente de oferta e tanto o preço quanto o spread
novembro – dezembro deverão cair.

Como pode ser observado pelo spread novembro – dezembro, traders de petróleo
atualmente se posicionam esperando que haja escassez de petróleo no mercado.

As shown in the November-December spread, oil traders currently view that the
market will be short of crude.
Gráfico 1

Grãos
O Gráfico 2 mostra o preco future da soja (linha azul medida pelo eixo direito) e a
razao entre a posicao de fundos e a quantidade total de contratos em aberto de soja
(barras cinzas, medidas como porcentagem no eixo esquerdo). Para a semana que
terminou em 4 de setembro de 2018, a porcentagem de posições vendias estava em
-6.4% to total de contratos abertos. Mesmo com o preço da soja em queda, os
fundos continuam apostando em maiores quedas pois continuam adotado uma
posição vendida. Fundos costumam alongar tendências de preços. Com os
excessos de oferta esperados, juntamente com os impactos das tarifas chinesas, as
pressões são de baixa nos preços. Sugerimos considerar uma posição vendida
sobre o spread de soja novembro – dezembro.

Gráfico 2

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *